Clique aqui para
nossa página

domingo, 29 de janeiro de 2012

Galática 3


Episodio 3
A queda

-Aqui é Hanforce, alguém na escuta, repito, aqui é Hanforce alguém na escuta, capitão Haris, na escuta...
Após um longo período de silencio um chiado na comunicação é ouvido, todos param estarrecidos com o que estavam ouvindo. Era o som de dentro da cabine mas entrando na atmosfera de um planeta.
General Frost chega a uma conclusão:
- Pelo som que acabamos de ouvir o Capitão Haris deve ter aterrissado em algum planeta nos arredores de Próxima Centauro, vamos aguardar possíveis contatos dentro de dois dias, se não o tiver-mos os daremos como mortos.
Todos entenderam e não contestaram.
- Estão todos bem? Algum ferido?
- Estamos bem Capitão Haris, e aparentemente nenhum ferido - Disse a Oficial médica e bióloga Avana Terisom.
- Malone, ótimo trabalho, aterragem muito bem pensada. Temos de averiguar todas as avarias que a nave sofreu, de elétrica a hidráulica. Vamos nos dividir em grupos, eu, Kallan Malone, Avana Terisom, James Zattar, Stan Novak e Terense Harms (às vezes será citado como Guns) vamos vasculhar o perímetro exterior da nave, Tenente David Dileno comandará todas as ações internas enquanto eu estiver fora do meu posto.
Os desbravadores do mundo desconhecido foram para a saída lateral esquerda, colocaram suas roupas especiais feita com um material muito semelhante ao da fuselagem da Flash, mas oferecendo mais maleabilidade para os movimentos do que as antigas roupas espaciais. O pequeno grupo saiu para conferir os estragos causados a nave. Foram rodeando-a e aos poucos foram vendo um amassado gigantesco na parte traseira inferior, a extrema dureza do casco não deixou o projétil penetrar até seu interior.
- kallan chame o engenheiro Jester Swan e sua equipe para reparar esse dano.
- Sim Senhor Capitão.... Oficial de engenharia Jester Swan, encontramos uma danificação no casco na parte traseira inferior, chame toda a sua equipe para repara-lo imediatamente, Ordens do Capitão Hett.
- Entendido Kallan, câmbio desligo.
Os concertos já haviam começado, mas algo chamou a atenção do jovem James. Ele chamou Haris e os outros para uma estranha formação a frente, semelhante a um arbusto, foram se aproximando aos poucos e viram algo entre o que seriam as folhagens que seria considerado um ser imaginário, uma criatura com mais ou menos um metro de altura inteiramente transparente, desde a cabeça até a ponta da cauda, da pele aos ossos com exceção dos olhos que não eram transparentes e possuíam cor mais escura. Sua aparência se assemelhava a de um golfinho com várias patas, uma longa cauda com dois pontos pretos na ponta, e emitia um som parecido com um gato ronronando.
Todos olharam para o animal que parecia não temer o ser humano, mas ao olhar para traz rapidamente correu na direção de uma caverna a alguns metros dali, imediatamente ninguém entendeu isso que se tornou claro em poucos segundos. Uma gigantesca criatura surgiu subindo pela colina a traz do arbusto, parecia uma mistura de aranha com T-Rex possuindo oito pernas, Haris imediatamente ordenou:
- Todos para a nave agora. Jester tire seus homens daí.
Em questão de segundos todos se encontravam no interior da nave, todos assistiam pelos monitores espalhados pela nave, a horrenda criatura se aproximava e os tripulantes tiveram a leve impressão de que a cara da criatura se assemelhava a de Haris Hett, inclusive o próprio capitão brincou:
- Acho que encontrei alguém tão feio quanto eu!
Assim que ele disse isso à criatura olhou direto para a câmera que leva ao monitor de Hett, todos se assustaram com aquilo, parecia que a criatura tinha ouvido e entendido o que o capitão tinha dito, o que era impossível, pois só a fuselagem externa tinha 80 centímetros de espessura depois vinham os isolantes térmicos, sonoros e radioativos, e por fim a camada interna da fuselagem com 20 centímetros.
Apesar do susto eles, eles tinham que continuar o conserto da nave. No dia seguinte Swan e seus homens saíram para continuar o trabalho interrompido, e outro grupo foi explorar o planeta.
- Vamos pra o alto daquela colina talvez de lá consigamos um sinal descente com a base Hanforce. Oficial Novak pegue todo o seu equipamento. Eu, James e Guns cuidamos caso alguns de nossos ‘anfitriões’ resolvam aparecer.
O Capitão estava aparentava estar bem animado com isso, um mundo novo, seres vivo, gravidade ligeiramente maior que a da Terra, e água, muita água.
Quando chegaram ao alto da colina avistaram ao longe algo que parecia ser um clone destruído da Flash Howk. Eles conseguiram contato com a base:
- Base Hanforce, aqui é o oficial de comunicações Stan Novak, caímos em um planeta nos arredores de Próxima Centauro, a Nave sofreu algumas avarias na fuselagem, mas já estamos concertando, cambio.
- Vocês nos deixaram apreensivos aqui na terra. O que aconteceu para vocês caírem nesse planeta? Um asteróide os atingiu? Bateram num meteoro?
- Com todo respeito General Dover, nos não sabemos. Apenas vimos uma luz muito intensa seguido da batida na parte traseira inferior. Nosso piloto Kallan Malone que nos salvou de um destino pior, aterrissando a nave de forma rápida e segura entre duas colinas aqui no nosso recém batizado Vale Howk.
- OK, mas tentem achar resposta sobre o ocorrido.
- Sim General, cambio desligo.
Haris estava agora com expressão de terror ao olhar pelo binóculo para a nave caída a uns dez quilômetros dali. Ficou parado estarrecido com o que tinha visto, não podia acreditar no que seus olhos tinham visto.
- Capitão Hett, o que foi? Você está bem? – Perguntou Guns com perplexidade.
Hett não falou nada apenas passou o binóculo para seu oficial de defesa.
- Mas essa é a nossa nave!
Quando ele disse isso todos ficaram intrigados e foram olhar também. Sim era a Flash Howk, uns mil anos mais velha, mas era ela.
O pequeno grupo retornou a nave que já estava quase concertada. Haris fez uma reunião com todos os oficiais e tripulantes colocando-os a par da situação.
- Hoje mais cedo avistamos em direção ao sul, depois da colina uma coisa que me fez tremer – Haris começou a exibir o vídeo que fizera mais cedo – as pernas, suei frio, mas decidi lhes mostrar essas imagens.
Todos ficaram assustados quando perceberam que era Flash Howk ali no vídeo. Imediatamente começou uma discussão entre as pessoas ali presentes.
- Quietos todos vocês! – Haris estava mais bravo – Vocês não percebem que isso é muito grave, essa é a nossa nave, não existe outra igual a ela. Nos temos de ir até lá e averiguar a situação de perto, achar provas do que realmente esta acontecendo aqui.
Todos concordaram, e um se pôs a frente:
- Capitão eu vou ate lá buscar as provas, que quiser vir comigo já está recrutado.
- Eu vou – disse James.
- Nos também – respondeu Avana por ela e seus outros parceiros, Stan e Kallan.
Em questão de minutos o pequeno grupo já estava formado, Haris, James, Avana, Guns, Kallan e Stan.
Saíram da nave pela baia de carga 2 com o veículo Allroad, seguiram para o sul a 50 KM/H. Viram mais criaturas transparentes pelo caminho uma bem pequenas outra maiores, vegetação alienígena muito diferente da nossa.

Galatica 4

Saiba mais em:
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...